Notícias

PIB do 2º semestre depende do ritmo da agenda interna e “aversão global ao risco”

Ano 2 - Edição 23

por Nicola Tingas, Consultor Econômico

PIB do 2º semestre depende  do ritmo da agenda interna  e “aversão global ao risco”

Atuação da equipe econômica, decisões do FED e Bancos Centrais, conflito USA x China, saída do Reino Unido da União Europeia e Argentina são veículos de tendência de recuperação econômica e precificação de risco que devem ser observados nas próximas semanas. O PIB do 2º trimestre será divulgado dia 29/08. Foco será na tendência de recuperação do PIB neste 2º semestre.

Depois de um longo e profundo ciclo recessivo (2014 a 2017), tem ocorrido melhora nas políticas públicas e medidas para refundar as bases estruturais da economia, principalmente em relação à redução do enorme déficit das contas e da dívida pública. Passos nessa direção têm sido dados: a regra do teto de gasto, a nova lei trabalhista, a redução dos subsídios, melhor governança das estatais e reformas atuais, como a reforma previdenciária em fase final de aprovação, lei de melhoria do ambiente de negócios, reforma tributária em discussão no Congresso Nacional, realização de algumas concessões e a primeira lista de empresas a serem privatizadas, etc. 

O Ministério da Economia vem indicando que irá implementar uma ampla agenda estrutural - tanto macro como microeconômica - como base para melhor funcionamento da economia. Essa agenda pode ser implantada diretamente, por projeto de lei ou reforma constitucional. Outra parte depende de aperfeiçoamentos legais e da mudança de marcos jurídicos, além de aprovação legislativa, para depois percorrer um longo período de passagens e obstáculos para então ocorrer implementação. Trata-se de um processo longo, de 1 a 2 anos, como ocorre no caso de privatização de empresas estatais. A recuperação e ampliação da taxa de investimento da economia nacional (formação bruta de capital fixo) é fundamental para reforçar as expectativas para a recuperação cíclica da economia e também para formar as bases para um crescimento econômico sustentado. Contudo, em anos recentes estivemos em enorme contração da taxa de investimento na economia.

Evolução PIB e componentes selecionados - taxa acumulada em 4 trimestres sobre mesmo período anterior

É importante ressaltar que há um "hiato" entre a implementação de um modelo econômico (no caso "Economia de Oferta") e o impulso ao crescimento econômico em uma economia ainda fortemente restringida pelo grande déficit e estrangulamento das finanças públicas em todos os níveis (União, Estados e Municípios). Portanto, em um ambiente de amplo desemprego e baixa utilização da capacidade produtiva instalada, é importante buscar medidas atenuantes da crise e de impulso à recuperação cíclica que foi declinante no 1º semestre de 2019. Economistas e o mercado financeiro têm indicado necessidade de medidas atenuantes nesse hiato.
 
Durante o mês de agosto, o agravamento da percepção de risco de desaceleração econômica global, o acirramento da guerra comercial entre USA e China, e outros eventos como desaceleração industrial na Europa, China e outras regiões têm aumentado a aversão ao risco, afetando ativos em mercados emergentes e no Brasil. 

A agenda do Banco Central (vide edição 01/08/2019) de redução da taxa de juros SELIC e "ênfase na busca de juros baixos duradouros e participação de todos no mercado", será um fator de recuperação cíclica em 2019 e 2020.

Indicadores financeiros, Pesquisa Focus (BACEN) e Projeções
B3 (Ibovespa) e R$/USD

DISCLAIMER
1) A presente Newsletter foi preparada pela Tingas Consultoria, Assessoria e Treinamento Ltda., a pedido de Omni Banco S.A. (“Omni Banco”) e não deve ser considerada um relatório de análise
para os fins do artigo 1º da Instrução CVM nº 598, de 3 de maio de 2018 ou quaisquer outras regulamentações aplicáveis relacionadas ao tema.
2) Esta Newsletter tem como objetivo único fornecer informações macroeconômicas e análises políticas e não constitui e nem deve ser interpretada, sob nenhum aspecto, como sendo uma oferta de compra/venda ou como uma solicitação de uma oferta de compra/venda de qualquer instrumento financeiro, ou de participação em uma determinada estratégia de negócios em qualquer jurisdição. As informações contidas nesta Newsletter foram consideradas razoáveis na data de sua divulgação e foram obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis. O Omni Banco não dá ne nenhuma segurança ou garantia, seja de forma expressa ou implícita, sobre a integridade, confiabilidade ou exatidão dessas informações. A presente Newsletter não tem a intenção de ser uma relação completa ou resumida dos mercados ou desdobramentos nela abordados. As opiniões, estimativas e projeções expressas no presente informativo refletem a opinião atual do responsável pelo conteúdo desta Newsletter na data de sua divulgação e estão, portanto, sujeitas a alterações sem aviso prévio. O Omni Banco não tem obrigação de atualizar ou modificar esta Newsletter, tampouco de informar o leitor.
3) O responsável pela elaboração desta Newsletter certifica que as opiniões, estimativas e projeções nela expressas refletem, de forma precisa, única e exclusiva, sua visão e opinião pessoal, tendo sido produzidas de forma independente e autônoma, inclusive em relação ao Omni Banco.
4) Esta Newsletter é destinada à circulação exclusiva para a rede de relacionamento do Omni Banco, podendo ser distribuída para os seus clientes, bem como para os clientes das empresas integrantes do grupo econômico do qual o Omni Banco faz parte e divulgada no site http://www.omni.com.br. Fica proibida a reprodução e/ou a redistribuição desta Newsletter para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso do Omni Banco.
5) O Omni Banco e/ou quaisquer das empresas integrantes de seu grupo econômico não se responsabilizam por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas nesta Newsletter e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo.
6) Para maiores informações sobre os produtos e serviços do Omni Banco, favor acessar o site http://www.omni.com.br

 

Fonte: Omni Banco & Financeira

Notícias relacionadas

2019-10-30 17:00:00

Redução de juros, inflação baixa e expansão do crédito indicam maior ritmo em 2020

por NICOLA TINGAS Leia mais.
2019-10-18 03:10:00

Ratings de crédito de emissor ‘brA’ atribuídos à Omni Banco S.A. e à Omni Financiamento

COMUNICADO À IMPRENSA Leia mais.
2019-10-03 05:45:00

Indicadores econômicos apontam maior crescimento do PIB neste 4º trimestre

por NICOLA TINGAS Leia mais.