Notícias

Confira a agenda 2022, dividida por trimestre, para melhor decisão empresarial e pessoal

Confira a agenda 2022, dividida por trimestre, para melhor decisão empresarial e pessoal

O ano de 2022 parece complexo, instável e volátil; contudo, divididos os 12 meses em trimestres - os três primeiros (pré-eleitorais) e o quarto pós-eleitoral - poderá evoluir para um cenário de acomodação dos riscos e da instabilidade na economia e nos mercados. 

1º trimestre
Política: negociações e mobilização política, pré-lançamento de candidaturas, primeiras pesquisas eleitorais.

Economia: Reajustes pesados (escolas, transporte público, energia, custos). Agricultura robusta e exportações elevam produto e renda. Inflação de alimentos semi-elaborados entra em acomodação; queda de preços adiante. Salários, pensões e aposentadorias terão forte reajuste nominal, aumentando a liquidez na economia.

2º trimestre
Política: agenda eleitoral definirá as circunstâncias e a “moldura política”. O mês de abril será o prazo final para: filiação partidária; janela para mudança de partido e também desincompatibilização de cargo público.

Economia: inflação em gradual declínio. Banco Central complementará aperto monetário até 15/16 de março. Atividade econômica busca sustentação e segue a travessia para 2023. O Sistema Financeiro auxilia na “ponte de liquidez” com cautela. O governo injeta liquidez na economia. 

O FED encerra compra de ativos "tapering"; início do aumento da taxa de juros (3 reajustes). O mercado brasileiro antecipou esse risco, mas o ato em si poderá pressionar a taxa de câmbio.

3º trimestre
Política: corrida eleitoral entra na reta final, gerando turbulência e volatilidade na economia. Candidatos em forte polarização. Ruídos políticos, radicalismo de simpatizantes, expectativas  sobre o  desfecho eleitoral interferem na precificação de risco de ativos, podendo pressionar significativamente a taxa de câmbio.

Economia: o governo dá impulso forte no gasto público (obras, emprego, renda suplementar, etc.).

Inflação mais próxima da meta 2022 e 2023 “permite” ao Banco Central iniciar redução de juros, com maior liquidez circulando. 

4º trimestre
Política
: eleição do 1º turno em 2 de outubro, e 2º turno em 30 de outubro. Dependendo do resultado, da aceitação dos derrotados, discurso incisivo de resgate da crise econômica e social poderá trazer esperança para a população.

Economia: caso ocorra um cenário de desarme das tensões e melhora da confiança, indicadores econômicos e financeiros terão avanços e a taxa de câmbio poderá ter significativa valorização.


Variação comparada de 20/12/2020 a 20/12/2021
Ibovespa X REAL/USD

Variação comparada de 20/12/2020 a  20/12/2021
Ibovespa X Dow Jones 

 

DISCLAIMER

1) A presente Newsletter foi preparada pela Tingas Consultoria, Assessoria e Treinamento Ltda., a pedido de Omni Banco S.A. (“Omni Banco”) e não deve ser considerada um relatório de análise

para os fins do artigo 1º da Instrução CVM nº 598, de 3 de maio de 2018 ou quaisquer outras regulamentações aplicáveis relacionadas ao tema.
2) Esta Newsletter tem como objetivo único fornecer informações macroeconômicas e análises políticas e não constitui e nem deve ser interpretada, sob nenhum aspecto, como sendo uma oferta de compra/venda ou como uma solicitação de uma oferta de compra/venda de qualquer instrumento financeiro, ou de participação em uma determinada estratégia de negócios em qualquer jurisdição. As informações contidas nesta Newsletter foram consideradas razoáveis na data de sua divulgação e foram obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis. O Omni Banco não dá ne nenhuma segurança ou garantia, seja de forma expressa ou implícita, sobre a integridade, confiabilidade ou exatidão dessas informações. A presente Newsletter não tem a intenção de ser uma relação completa ou resumida dos mercados ou desdobramentos nela abordados. As opiniões, estimativas e projeções expressas no presente informativo refletem a opinião atual do responsável pelo conteúdo desta Newsletter na data de sua divulgação e estão, portanto, sujeitas a alterações sem aviso prévio. O Omni Banco não tem obrigação de atualizar ou modificar esta Newsletter, tampouco de informar o leitor.
3) O responsável pela elaboração desta Newsletter certifica que as opiniões, estimativas e projeções nela expressas refletem, de forma precisa, única e exclusiva, sua visão e opinião pessoal, tendo sido produzidas de forma independente e autônoma, inclusive em relação ao Omni Banco.
4) Esta Newsletter é destinada à circulação exclusiva para a rede de relacionamento do Omni Banco, podendo ser distribuída para os seus clientes, bem como para os clientes das empresas integrantes do grupo econômico do qual o Omni Banco faz parte e divulgada no site http://www.omni.com.br. Fica proibida a reprodução e/ou a redistribuição desta Newsletter para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso do Omni Banco.
5) O Omni Banco e/ou quaisquer das empresas integrantes de seu grupo econômico não se responsabilizam por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas nesta Newsletter e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo.
6) Para maiores informações sobre os produtos e serviços do Omni Banco, favor acessar o site http://www.omni.com.br

Fonte: Omni

Notícias relacionadas

2022-05-13 18:20:00

Inflação persistente = aperto monetário prolongado

por NICOLA TINGAS Leia mais.
2022-04-07 11:00:00

2º trimestre 2022: em busca de atenuantes do complexo e volátil cenário econômico

por NICOLA TINGAS Leia mais.
2022-03-07 16:00:00

Rússia invade Ucrânia (1ª semana): efeitos estratégicos, econômicos e financeiros

por NICOLA TINGAS Leia mais.