Notícias

Momento Econômico | Ano 2 - Edição 13

por Nicola Tingas

 

PEC da Previdência e Cadastro Positivo no Congresso Nacional são destaques positivos. Mas, há incerteza política e queda no ritmo do PIB.

Na quarta-feira, 20 de fevereiro, o Governo enviará ao Congresso Nacional a PEC da Reforma da Previdência. Haverá ampla campanha de esclarecimento popular na mídia em geral. No meio político há incerteza sobre a forma e a qualidade da articulação política para aprovação. Rodrigo Maia, presidente da Câmara dos Deputados, disse que irá realizar cautelosamente todos os passos de tramitação da reforma. Ele acredita que somente uma ampla articulação política viabilizará aprovação satisfatória às expectativas do Ministro da Economia, Paulo Guedes – ajuste significativo para o rombo fiscal da Previdência, de R$ 1 trilhão, em 12 anos.

Rodrigo Maia, que trabalha por uma "agenda econômica positiva", colocará na pauta a votação dos destaques do projeto que regulamentará o Cadastro Positivo. Hoje, é necessário que o consumidor solicite sua inclusão no Cadastro. Se a votação for satisfatória, todos serão incluídos automaticamente. Quem não quiser deixar as informações no Cadastro terá de fazer o pedido de retirada. Com essa nova regulamentação, haverá enorme potencial de ampliação da base de pessoas inscritas no Cadastro Positivo (estimado atualmente em 15 milhões) para cerca de 100 milhões de inscritos. Atualmente, a relação Crédito/PIB no SFN é de 47%. Com o Cadastro Positivo, que indica o "bom pagador", poderá ser de 70 a 100% do PIB em poucos anos.

Esse cenário mantém Confiança entre agentes econômicos. Contudo, a cautela aumentou devido a administração confusa e estratégia política incerta do governo. O que preocupa também a recuperação lenta do PIB.

Houve redução no ritmo de atividade no 4º trimestre de 2018. A participação da Indústria no PIB desacelerou significativamente (contração de 3,6%, em dezembro de 2018, em comparação com o mesmo período em 2017). O Comércio Varejista manteve estabilidade no 4º trimestre de 2018 (0% no período). Em dezembro, houve retração de 2,2% no Varejo Restrito e de 1,7% no Varejo Ampliado. Serviços também perdeu vitalidade. Pode-se atribuir isso ao alto nível de desemprego, renda comprimida e incerteza sobre a performance do governo. No 1º trimestre de 2019, a atividade continua lenta. Esse menor fluxo econômico resultará em PIB menor, com redução da previsão do PIB 2019 para 2,0% (antes era 2,5%).

 

Houve efeito nos mercados de ativos financeiros. O Ibovespa tem indicado maior dificuldade de valorização adicional, depois de uma alta de 15% em 2018 e 10,8%, em janeiro 2019. Ou seja, já antecipou boa parte do cenário otimista e agora deverá ter volatilidade durante o trâmite da Previdência. A taxa de câmbio Real - Dólar teve depreciação de 16,9% em 2018, valorizou 3,7% em janeiro deste ano. Agora indica cautela ou volatilidade.


No COPOM, o Banco Central manteve a taxa de juros em 6,5%, e deu sinais de que tem de esperar a reforma da Previdência para testar nova queda, devido nível de atividade ainda baixo perante a capacidade da economia (PIB potencial) e inflação baixa. Isso tem motivado o início do debate "se" e "quando" o BACEN vai reduzir os juros básicos. Nesse contexto, se a reforma da Previdência avançar favoravelmente e o Cadastro Positivo for aprovado, o Crédito Total no SFN crescerá 8% ou mais em 2019 (em 2018, o crescimento foi de 5,5%,).
 

2 - Indicadores financeiros, Pesquisa Focus (BACEN) e Projeções

Bolsa de Valores B3 (Ibovespa) e R$/USD

 

 

 

 

DISCLAIMER
1) A presente Newsletter foi preparada pela Tingas Consultoria, Assessoria e Treinamento Ltda., a pedido de Omni Banco S.A. (“Omni Banco”) e não deve ser considerada um relatório de análise
para os fins do artigo 1º da Instrução CVM nº 598, de 3 de maio de 2018 ou quaisquer outras regulamentações aplicáveis relacionadas ao tema.
2) Esta Newsletter tem como objetivo único fornecer informações macroeconômicas e análises políticas e não constitui e nem deve ser interpretada, sob nenhum aspecto, como sendo uma oferta de compra/venda ou como uma solicitação de uma oferta de compra/venda de qualquer instrumento financeiro, ou de participação em uma determinada estratégia de negócios em qualquer jurisdição. As informações contidas nesta Newsletter foram consideradas razoáveis na data de sua divulgação e foram obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis. O Omni Banco não dá ne nenhuma segurança ou garantia, seja de forma expressa ou implícita, sobre a integridade, confiabilidade ou exatidão dessas informações. A presente Newsletter não tem a intenção de ser uma relação completa ou resumida dos mercados ou desdobramentos nela abordados. As opiniões, estimativas e projeções expressas no presente informativo refletem a opinião atual do responsável pelo conteúdo desta Newsletter na data de sua divulgação e estão, portanto, sujeitas a alterações sem aviso prévio. O Omni Banco não tem obrigação de atualizar ou modificar esta Newsletter, tampouco de informar o leitor.
3) O responsável pela elaboração desta Newsletter certifica que as opiniões, estimativas e projeções nela expressas refletem, de forma precisa, única e exclusiva, sua visão e opinião pessoal, tendo sido produzidas de forma independente e autônoma, inclusive em relação ao Omni Banco.
4) Esta Newsletter é destinada à circulação exclusiva para a rede de relacionamento do Omni Banco, podendo ser distribuída para os seus clientes, bem como para os clientes das empresas integrantes do grupo econômico do qual o Omni Banco faz parte e divulgada no site http://www.omni.com.br. Fica proibida a reprodução e/ou a redistribuição desta Newsletter para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso do Omni Banco.
5) O Omni Banco e/ou quaisquer das empresas integrantes de seu grupo econômico não se responsabilizam por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas nesta Newsletter e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo.
6) Para maiores informações sobre os produtos e serviços do Omni Banco, favor acessar o site http://www.omni.com.br

Fonte: Omni Soluções Financeiras

Notícias relacionadas

2019-03-08 11:50:00

Momento Econômico | Ano 2 - Edição 14

por NICOLA TINGAS Leia mais.
2019-02-19 10:50:00

Momento Econômico | Ano 2 - Edição 13

por NICOLA TINGAS Leia mais.
2019-01-30 15:40:00

Momento Econômico | Ano 2 - Edição 12

por NICOLA TINGAS Leia mais.